Psicofármacos / Antidepressivo
Voltar |
Assert

O que é ?
O Assert é a sertralina, um antidepressivo inibidor da recaptação da serotonina.

Para que serve ?
Suas principais indicações são para o tratamento da depressão e do transtorno obsessivo-compulsivo.

Como é usado ?
Geralmente da dose de 50mg por dia costuma ser suficiente, menos do que isso não costuma ser usado. Quando necessário a dose diária pode se elevar até 200mg por dia. Como os comprimidos têm 50mg fica fácil fracionar a dose ao longo do dia. Deve-se tomar preferencialmente pela manhã.

Principais efeitos colaterais
Tonteiras e enjôo são os principais efeitos colaterais, além desses os outros que mais perturbam são: palpitações (batimentos do coração desconfortáveis), insônia, inquietação, dores de cabeça, cansaço, retardo da ejaculação, tremores, aumento da quantidade de suor.

Considerações importantes
Não deve ser usada nas seguinte situações: primeiro trimestre de gestação, uso de tranilcipromina ou outro IMAO irreversível, alergia a sertralina. Pacientes com prejuízo da função do fígado devem ter a dose diminuída. No início do tratamento com o sercerin os pacientes epiléticos devem ter algum cuidado especial.

Efeitos na Gestação
Várias trabalhos confirmam a segurança do uso da fluoxetina durante a gestação (qualquer fase da gestação) e amamentação, não elevando o risco de má formações fetais, nem precipitando o parto, nem causando prejuízos aos lactentes em uso de leite materno de mães tratadas com fluoxetina. O acompanhamento das crianças até os 5 anos de idade, cujas mães fizeram uso de fluoxetina durante a gestação, não mostraram prejuízos sobre a inteligênica, o desenvolvimento da linguagem, o temperamento pré-escolar. Já nas crianças cujas mães estavam deprimidas e não fizeram uso de nenhuma medicação constatou-se prejuízos no desenvolviemnto da linguagem, esses resultados, contudo, precisam ser confirmados. A fluoxeitna ultrapassa a barreira placentária em proporções lineares com a dose que a mãe toma, mas em níveis bem inferiores ao da mãe.

Última Atualização: 24-07-2005
Ref. Bibliograf.:

Liv 03